Thursday, 30 de June de 2022 - 10:21h
Governo do Amapá inicia distribuição de 2,6 mil caixas d'água para famílias atingidas pela salinização dos rios
A ação iniciou com a entrega para moradores do Bailique. Vila Sucuriju também será atendida.
Por: Criles Monteiro
Foto: Criles Monteiro
Moradores recebem os novos reservatórios.

O Governo do Amapá iniciou nesta quarta-feira, 29, a distribuição de 2,6 mil caixas d'água para as pessoas afetadas pela salinização dos rios no Arquipélago do Bailique e na Vila do Sucuriju, pertencentes, respectivamente, aos municípios de Macapá e Amapá.

As famílias poderão utilizar os reservatórios para armazenar água antes da estiagem - que ocorre no segundo semestre, quando o fenômeno da salinização costuma se intensificar. As comunidades também recebem kits de tratamento de água com produtos químicos, como hipoclorito.

Nesta primeira fase, 330 caixas d'água foram entregues na Comunidade Filadélfia e entorno, no Bailique. A força-tarefa é formada pela Companhia de Água e Esgoto do Amapá (Caesa), Defesa Civil e Secretaria de Inclusão e Mobilização Social (Sims). 

Segundo o diretor presidente da Caesa, Valdinei Amanajás, a entrega, neste período, é estratégica.

"É importante que essas famílias tenham a garantia de poder armazenar a água das chuvas, para quando chegar o tempo da estiagem e maior salinização do rio, possa haver água tratada e pronta para o consumo", ressaltou.

A pescadora Lucineide Machado, moradora da Comunidade Monte Carlos, conta que o período de água salgada é difícil, mais ainda pra quem não tem caixa d'água em casa, ou vasilhame suficiente.

"É muito gratificante estarmos recebendo essas caixas, vai ajudar nossas famílias e no nosso dia a dia", relata com satisfação.

O agricultor José Carlos é da mesma comunidade e também já recebeu a caixa d'água que atenderá sua família.

"Essa ajuda é muito importante, principalmente pra gente que é de comunidade mais distante, porque, às vezes, é preciso ir até outras comunidades pegar água. Agora, vai ficar mais fácil!", ressalta.

Enquanto agente comunitária de saúde, Érica Moreira conhece de perto a realidade de toda a comunidade Filadélfia, onde mora.

"Essas caixas d'água vêm em bom momento e está sendo ótimo para todos nós, muitos que eu conheço já até começaram a encher", afirmou Érica.

A metodologia da entrega seguirá as normas da SIMS, que cruzará seu banco de dados evitando que residências multifamiliares não recebam mais caixas do que necessário, e assim todos sejam beneficiados.

Ação humanitária

A segunda fase de entrega  iniciará na primeira semana de julho para a distribuição de mais 700 reservatórios de água, chegando a comunidades como Vila Progresso, Macedônia, Carneiro e Itamatatuba.

São contempladas 2,5 mil famílias no Arquipélago do Bailique, e 100 famílias na Vila do Sucuriju.

IMAGENS RELACIONADAS
  • Ação
  • Entregas
  • Lucineide
  • José Carlos
  • Agente comunitária
  • Caixas d'água
  • Caixa
NEWSLETTER

Receba nossas notícias em seu e-mail ou celular.

CAESA - Companhia de Água e Esgoto do Amapá
Av. Ernestino Borges, 222. Central - Cep: 68900-000, Macapá/AP - (96) 8801-3947 -
Site desenvolvido e hospedado pelo PRODAP - Centro de Gestão da Tecnologia da Informação
2017 - 2022 Licença Creative Commons 3.0 International
Amapá